Imagem do post

Minhas opiniões sobre a experiência de acordar mais cedo


Conforme expliquei anteriormente, eu resolvi testar a pesquisa que fala que as pessoas que acordavam mais cedo tinham mais resultados. Particularmente, eu tenho que concordar com a pesquisa. Essa hora adicional no dia faz muita diferença e pelo que as pessoas comentaram fez para elas também.

Porém é preciso entender alguns pontos positivos e negativos dessa experiência. Em primeiro lugar acordar cedo não é algo que todo mundo goste ou até que possa fazer. É preciso treinar seu cérebro para aceitar essa mudança e fazer isso de forma harmônica com seu corpo, caso contrário, vai ter problemas com sua imunidade e disposição.

acordarcedoClaro que para o corpo se adaptar é preciso dar tempo ao tempo, ou seja, não adianta acordar cedo hoje, pular amanhã e voltar depois. É preciso dar rotina ao seu corpo. Essa foi a parte mais complicada para mim na experiência, pois como eu tenho uma agenda de viagens intensa, boa parte dos dias eu acordava bem mais cedo ou fora do padrão para poder pegar a estrada ou o avião. Com isso meu corpo nunca sabia “acordar sozinho” no horário, pois ele não tem um horário dele. Eu procurei colocar o despertador as 6h30 e seguir essa rotina, mas nem sempre foi possível.

Ter uma hora a mais no dia foi super positivo para dar andamento a algumas coisas importantes, como por exemplo, a leitura de alguns livros, a preparação do EAD da Triad, pensar na estratégia da empresa, etc. Coisas que eu faria, mas com essa hora adicional eu fiz isso e muito mais. Eu tinha uma média de planejar 7h para 10h de trabalho, com isso eu consegui aumentar meu planejamento em uma hora.

Em alguns dias eu aproveitei e fui para o tênis, o que eu descobri que durante o jogo, meu corpo não tem o mesmo rendimento pela manhã, porém ao longo do dia o exercício logo cedo faz muito bem.

A parte ruim de acordar mais cedo é que por volta das 22h eu já estou praticamente capotado, com bastante sono e isso atrapalha minha novelinha e minhas séries que gosto de ver. Uma coisa compensa a outra? Talvez! Em alguns dias eu negligencie a TV em outras optei por ela.

Em resumo eu gostei da experiência, e devo manter esse padrão na minha vida, mas claro que com bastante bom senso e respeitando os limites do meu corpo!

E você, como foi sua experiência?

Posts similares

Comentários