You are here
Home > PRODUTIVIDADE > Qualidade de vida > Estudo de Harvard comprova: Sonhar acordado traz infelicidade.

Estudo de Harvard comprova: Sonhar acordado traz infelicidade.

Que foco é importante, não há quem duvide disso, mas um novo estudo da Universidade de Harvard, comprovou que as pessoas que não conseguem focar na atividade presente, são mais infelizes.

Pense no dia de hoje, quantas vezes seu pensamento fugiu da sua tarefa e foi para fatos passados, coisas que podem acontecer no futuro, coisas que simplesmente nunca poderão acontecer ou pensamentos totalmente inúteis?

De acordo com a pesquisa, de 30% à 47% do tempo que passamos acordados é utilizado para pensar em coisas que não são o que estamos fazendo no momento. Isso mesmo, podemos perder praticamente metade do nosso tempo com a falta de foco.

Se já não bastasse o desperdício de tempo, o estudo comprovou que esse péssimo modelo ainda nos deixa infelizes. Talvez isso explique aqueles momentos que saímos do trabalho com a terrível sensação que não fizemos nada de bom.

O estudo mostrou que isso não acontece apenas no trabalho, mas também com atividades como ver TV, comer, andar ou fazer sexo. Apesar que quando uma pessoa está conversando, exercitando-se ou fazendo amor ela está mais feliz do que quando descansa, trabalha ou usa o computador em casa, de acordo com os pesquisadores.

É realmente um dado que precisa ser levado em consideração, treine sua mente para focar na atividade presente, procure alternativas para diminuir suas interrupções e desfrute de mais tempo e felicidade na sua vida!

Christian Barbosa
Christian Barbosa é empreendedor, pesquisador, CEO da TRIADPS, considerado o maior especialista em gerenciamento do tempo e produtividade pessoal do país. Autor de diversos livros sobre produtividade.
http://www.christianbarbosa.com.br

Similar Posts

0 thoughts on “Estudo de Harvard comprova: Sonhar acordado traz infelicidade.

  1. Caro Christian, sou médico aqui no Rio e leio sempre teus posts. Pode me passar referências deste mencionado estudo, por favor?

    Desde já agradeço.

    Abraço! – Henrique

  2. Caro Christian, sou médico aqui no Rio e leio sempre teus posts. Pode me passar referências deste mencionado estudo, por favor?

    Desde já agradeço.

    Abraço! – Henrique

Leave a Reply